Mauá suspende aulas das escolas municipais este ano

O prefeito de Mauá, Átila Jacomussi, disse hoje em live em suas redes sociais, que os alunos da rede municipal de ensino não voltarão às aulas presenciais este ano. A previsão do governo do Estado para a retomada é de 08 de setembro caso todas as 17 regiões estejam por 28 dias na faixa amarela.  Para ele, a volta às escolas durante a pandemia da covid-19 ainda é arriscado na cidade. Mauá soma até hoje 198 óbitos causados pela covid-19 e 1.900 casos confirmados da doença.

Para Jacomussi, como rede municipal de Mauá é composta por crianças de zero a cinco anos, há uma dificuldade maior em seguir os protocolos de afastamento social e o uso de máscara. Ressaltou ainda que alunos, por serem pequenos, ainda não entendem  a gravidade da situação. “Pesquisa feita com a população mostrou que 93% dos pais não querem a volta dos filhos às escolas”, disse Jacomussi.  Além de expor as crianças ao risco da contaminação da covid-19, há o perigo de atingir os funcionários da educação, inclusive os que são do grupo de risco, ressaltou o prefeito. Os alunos irão continuar com as aulas remotas. “Nós temos autonomia com a rede municipal. Não podemos interferir nas escolas estaduais, que poderão ter as aulas retomadas assim que o governo determinar.

Merenda

O Cartão Merenda em Casa, que foi a maneira que a prefeitura encontrou para repassar a verba da merenda que só pode ser utilizada para este fim, às famílias, será mantido até dezembro.

Particulares

Em relação às particulares, a prefeitura, segundo Jacomussi, não tem autonomia. Cabe aos pais e mantenedores definirem a volta às aulas presenciais. Porém, a administração irá definir os protocolos para a volta assim que o governo estadual autorizar.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − dois =