Governo vai confirmar data de volta às aulas na próxima semana

A previsão de volta às aulas em 08 de setembro só será concretizada se todas as 17 áreas do Estado definidas pelo Plano São Paulo estiverem na faixa amarela. Na última classificação do mapa, algumas regiões ainda permaneceram na vermelha, o que poderá atrasar o retorno. Mas, a mudança dos critérios para o avanço de fase anunciado pelo governador João Doria esta semana, poderá contribuir para que a data seja confirmada. A definição, entretanto, o governo divulgará apenas no dia 08 de agosto.

Para a secretaria da Educação do Estado de São Paulo, a previsão está mantida. Na segunda-feira, dia 03 de agosto, o secretário o Rossieli Soares dará uma entrevista coletiva para detalhar como serão as aulas presenciais e o novo calendário deste ano.

Mas, a volta não é unanimidade entre todos os prefeitos.. Hoje, o prefeito de Mauá, no ABC,  Átila Jacomussi, afirmou que as aulas na rede municipal da cidade não serão retomadas este ano. Em Santo André, São Bernardo e São Caetano, os prefeitos não confirmaram o retorno para setembro das redes municipais. Na capital paulista, os pais poderão definir se mandam ou não as crianças para as escolas. O receito maior é em relação às crianças de até 5 anos, que terão dificuldade em seguir os protocolos exigidos.

A rede estadual deverá acompanhar a determinação do plano do governo Doria, mesmo nas cidades onde as prefeituras tiverem cancelado a volta às aulas presenciais. A  particulares poderão ter um protocolo próprio para a retomada das aulas presenciais ainda não definido, mas que será discutido com o Estado.

Carreata

Hoje, os professores da rede estadual fizeram uma carreata até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, para pedir que as aulas presenciais não retornem em setembro.  A presidente da Apeoesp (Sindicato do Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), professora Bebel disse que as escolas estaduais não têm condições e estrutura para seguir os protocolos determinados para volta.

Foto: Governo do Estado de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =