Doria suspende volta às aulas presenciais obrigatórias

A obrigatoriedade da volta às aulas presenciais, previstas pelo governo do Estado de São Paulo para  01 de fevereiro, foi suspensas. O governador João Doria fez o comunicado nesta sexta-feira, 22 de janeiro, em coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes. A nova data prevista é para 08 de fevereiro. No ABC, a data  apontada pelos prefeitos era de que as aulas presenciais na rede privada retorne no dia 18 de fevereiro e nas públicas, dia 01 de março, não tendo sido divulgada alteração até o momento.

Segundo Doria, regiões que estão nas fases vermelha e laranja podem manter o ensino remoto. O Estado vive um agravamento da pandemia, com alta dos casos e óbitos, sendo obrigatório um aumento das medidas restritivas.

Com a nova determinação, segundo o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares não é uma proibição para a abertura. As escolas devem continuar abertas. “Nas fases vermelha e laranja a família não é obrigada a mandar o aluno, ele pode ficar em casa com as aulas remotas. Mas, as escolas precisam abrir”, ressaltou. A norma vale para as redes estadual e privada. Havia um determinação de que pelo menos 30% das aulas deveria ser cumprida presencialmente pelos alunos. Essa norma fica suspensa para as cidades que se encontram nas fases laranja e vermelha. Caso haja o retorno, o máximo permitido de alunos será de 35% da capacidade da escola.

A Grande São Paulo, incluindo o ABC, regrediu para a fase laranja. Todo o Estado agora se encontra apenas nas fases laranja e vermelha. Além disso, todo o Estado ficará na fase vermelha aos finais de semana e feriados.

 

Foto: Divulgação Governo do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezessete =