Ministério da Saúde confirma compra da vacina chinesa pelo SUS e pode iniciar imunização em janeiro

O governo de São Paulo chegou a um acordo com o Ministério da Saúde para a aquisição por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida em parceria internacional entre a biofarmacêutica Sinovac Life Science e o Instituto Butantan, até o final de dezembro de 2020. O Governo Federal confirmou que irá adquirir o imunizante após aprovação na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)..

O potencial imunizante contra o coronavírus está em fase final de estudos clínicos no Brasil e se mostrou totalmente seguro nos testes realizados desde o final de julho. O acordo foi realizado durante reunião virtual entre o governador João Doria, o Ministro Eduardo Pazuello e outros 23 chefes de estados brasileiros. A expectativa é que a vacinação nacional possa iniciar em janeiro do próximo ano. Os detalhes sobre a inclusão da Coronavac no Plano Nacional de Imunizações serão divulgados após a formalização do acordo.

Secretários estaduais de saúde haviam manifestado preocupação por o ministério não estar discutindo a compra da Coronavac para viabilizar sua inclusão no calendário nacional. A vacina é que está em estágio mais avançado de testes e poderá ser liberada até o fim deste ano.

O governo federal já havia confirmado a compra da vacina de Oxford, mas a previsão de início da imunização era para abril. Com a compra da Coronavac, a vacinação no país poderá ser iniciada em janeiro, caso haja a aprovação pela Anvisa.

Foto: Divulgação Governo de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + oito =