Vacina contra covid será obrigatória em São Paulo, ressalta Doria

Com a afirmação de que garantiu a vacina para toda a população do Estado de São Paulo, o governador João Doria disse hoje, em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, que a vacinação contra a covid-19 será obrigatória para os paulistas.

“A menos que haja uma indicação médica de contraindicação para vacina, não faz sentido imunizar alguns deixar outros sem. Assim o vírus continuará circulando no Estado”, disse o governador. Ele ainda ressaltou que poderá tomar medidas legais caso haja alguma contrariedade infundada sobre a vacinação.

Segundo Doria, uma reunião na próxima quarta-feira, 21 de outubro, definirá se o Ministério da Saúde vai investir recursos para que outros Estados também recebam a vacina produzida pelo Butantan.

Os testes da Coronavac feitos pelo Instituto Butantan serão encerrados hoje. Os dados vão  para a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que fará a análise e poderá aprovar se a eficácia por de pelo menos 50%. A expectativa do governo do Estado de São Paulo é que a liberação seja rápida, pois a entidade já está com parte da documentação para que o processo seja concluído o mais rápido possível.

A meta do governo estadual é iniciar a vacinação no dia 15 de dezembro para os profissionais da saúde, seguido pelos professores e pessoas com doenças. A Coronavac foi desenvolvida pelo laboratório Sinovac-Biotech, um dos maiores da China e está em teste em vários países além do Brasil.

Oxford

O governo federal fechou acordo para receber 100 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford como o laboratório AstraZeneca que ainda está sendo testada no Brasil. A previsão é que a vacinação dos demais Estados do país tenha início em janeiro, para cerca de 4% da população.

Entretanto, vários governadores pedem que o Ministério inclua a vacina do Butantan, que está em estágio mais avançado, para garantir ao maior número possível de brasileiros uma alternativa o quanto antes para a imunização contra o novo coronavírus.

Foto: Divulgação Governo do Estado de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 3 =