São Bernardo amplia restrições e proíbe lazer a partir de segunda

Com um aumento significativo de casos e de 30% das internações causadas pela covid-19 nas últimas duas semanas no ABC, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, decidiu se adiantar deve publicar neste sábado, 28 de novembro, novas medidas de restrição para a cidade.

Segundo  divulgado pelo SP1 da Rede Globo nesta sexta-feira, a cidade terá de reduzir a lotação de bares, restaurantes, buffets, comércios em geral , inclusive shoppings e salões de beleza de 60% para 50%. Além disso, o horário de funcionamento também será reduzido. Bares e restaurantes podem receber clientes até às 21h, com fechamento obrigatório às 22h. Eventos e estabelecimentos com música ao vivo também serão proibidos.

No caso das academias, a lotação máxima a ser permitida passará de 60% para 40% com funcionamento máximo de até 6 horas diárias. Vestiários, banhos e piscinas também voltam a fechar a partir de segunda-feira. A medida vale para os clubes da cidade também.

O decreto do prefeito deve ainda proibir ainda a prática de esportes coletivos e voltar a fechar cinemas, teatros, boliches, valets e atividades infantis.

A cidade registrava ontem 74 pessoas internadas na UTI, 14 a mais que no dia anterior. Hoje, a cidade soma 111 leitos de unidade de terapia intensiva na rede pública. No auge da pandemia, eram 151.

Consórico

Na segunda-feira, 30 de novembro, o governo estadual deve anuncia a nova reclassificação do mapa do Plano São Paulo. É  esperado que o ABC regrida para a fase amarela ou laranja por conta da ocupação dos leitos e velocidade do aumento dos casos. Os prefeitos das sete cidades vão se reunir após a divulgação no Consórcio Intermunicipal do ABC para discutir a decisão estadual e definir as novas medidas a serem tomadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =