São Bernardo ganha vagas exclusivas para autistas

Em continuidade às atividades programadas para comemorar os 468 anos de São Bernardo, o prefeito Orlando Morando inaugurou, neste sábado, 14 de agosto, vagas exclusivas de estacionamento para pessoas com transtorno do espectro autista em quatro pontos da cidade. A ação é resultado de esforço da Prefeitura, por meio das secretarias de Cidadania e Pessoa com Deficiência e Transportes e Vias Públicas, para promover a inclusão da população com autismo no município.

No  ato de lançamento das vagas exclusivas o prefeito destacou o trabalho da Prefeitura para executar projetos e programas que promovam a inclusão da população com transtorno do espectro autista. “Estamos atentos e empenhados em continuar na vanguarda quando o assunto é a garantia de direitos da nossa população, em especial os autistas. O papel do poder público é colocar em prática medidas que façam diferença na vida dessas pessoas no dia a dia e vamos seguir ampliando essas políticas públicas”, disse.

O secretário de Cidadania e Pessoa com Deficiência, Pery Cartola ressaltou o pioneirismo da ação no Grande ABC, o que demonstra todo o trabalho e sensibilidade da administração em torno da inclusão social. “A vaga exclusiva é identificada com uma fita quebra-cabeça, símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista, e vem somar às demais políticas já implementadas em São Bernardo, como é o caso do cartão de identificação do autista”.

Inicialmente, as vagas exclusivas foram destacadas em quatro pontos estratégicos da cidade, próximos a equipamentos que atendem pacientes autistas. São eles: CER (Centro de Especialização em Reabilitação), na Rua Warner, 300, bairro Anchieta; Centro Municipal de Equoterapia, na Avenida Wallace Simonsen, 1.750, bairro Nova Petrópolis; Centro de Tratamento Bezerra de Menezes, na Rua Batuíra, 400, bairro Assunção; e Arte Psico, na Rua Paulo Di Favari, 716, Vila Caminho do Mar.

TEA

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica o transtorno do espectro autista (TEA) como uma série de condições caracterizadas por algum grau de comprometimento no comportamento social, na comunicação e na linguagem, e por uma gama estreita de interesses e atividades que são únicas para o indivíduo e realizadas de forma repetitiva. Estima-se que há 70 milhões de pessoas com autismo em todo o mundo, sendo 2 milhões somente no Brasil.

 

Foto: Omar Matsumoto/PMSBC

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =