Paranapiacaba: Natureza, história e magia

Quem já foi para a Vila de Paranapiacaba há alguns anos deve se lembrar de um cenário de casas em ruínas e muitos animais abandonados pelas ruas. O local, pertencente a Santo André, é tombado como patrimônio histórico e as obras precisam ser de restauração, o que dificulta a conservação. Mas, quem for hoje vai ver muita diferença.

Fui convidada pela CVC Corp e pela Prefeitura de Santo André a conhecer o roteiro rodoviário que acaba de ser lançado. Titubeie, confesso, já imaginando que o dia seria de andar muito e ver o que já conhecia e, principalmente, ver cães e gatos abandonados, que não gosto. Mas aceitei e fiquei feliz em ter ido e constatar uma realidade bem diferente.

Paranapiacaba mudou, e para melhor. O passeio foi maravilhoso e me fez descobrir  que não conhecia da Vila Inglesa. Todo o passeio foi feito com guias turísticos da cidade, que contaram a história do local e de casa por onde passamos. E, para quem não sabe, Paranapiacaba é muito mais do que um belo cartão postal, tem importância na história de São Paulo e do Brasil.

A rota do passeio começa pela Igreja, que fica bem afastada do restante da Vila. O motivo é que como a Paranapiacaba foi criada por ingleses, anglicanos, a igreja, católica, precisava ficar distante. Também descobri o significado da frase “para inglês ver”, mas vou deixar para quem fizer o passeio.

Cercada pela Serra do Mar, a vila é tem muito verde e tem um clima especial. De um certo ponto é possível ver o mar, o significado de Paranapiacaba (de onde se ver o mar).

A Vila  está sendo restaurada, há poucas casas em ruínas, mas que já passam pelo processo. Não há mais lixo nas ruas. Mas, o que me deixou mais feliz foi não ver cães abandonados pelas ruas. Segundo o secretário Meio Ambiente de Santo André, Fabio Picarelli, a Prefeitura tem feito campanhas de castração e orientação. “A maior parte dos cães não era abandonada. Como a Vila é tranquila, os tutores deixavam seus cães e gatos circularem sozinhos. Mas há também os que são deixados na rodovia e chegam até Paranapiacaba em busca de alimento, é um problema que conhecemos”, disse.

 

 

Bruxas

Paranapiacaba também é conhecida por histórias místicas. Até a neblina que costuma cobrir toda a Vila no final do dia pode ser explicada por histórias do “além”. Mas isso também faz parte do passeio.

Todos os anos, a Universidade Livre Holística Casa de Bruxa, sediada em Paranapiacaba, realiza a Convenção das Bruxas e Magos. O evento deixou de ser feito por dois anos por conta da pandemia da covid-19, voltando agora em 2022. Em um final de semana, cerca de 30 mil pessoas passaram pela Vila para o evento.

Na sede da Universidade, você descobre que existem bruxas e não bruxos (que me perdoem os fãs do Harry Potter). A explicação é que bruxa vem de borboleta, que se transmuta da lagarta. A transmutação só acontece com as borboletas e com as mulheres quando viram mães.

 

 

Roteiro CVC e Coworking

Construída no final do século XIX, Paranapiacaba tem mais uma opção de passeio: um roteiro rodoviário com ponto de partida em São Paulo e parada em Santo André para embarque de passageiros

“A gente quer que Paranapiacaba se torne um destino permanente, embora já tenha grandes eventos consagrados, como o Festival de Inverno, e expandir isso para que não seja um turismo só do ABC. Tenho certeza que se as pessoas conhecerem a Vila, isso vai virar sem dúvida uma grande potência, inclusive econômica. Com geração de renda, de emprego, qualificação e de todos que já trabalham aqui, incluindo todos os empreendedores da Vila. Quero agradecer muito essa parceria, que é um dos programas mais importantes para Paranapiacaba”, disse o prefeito Paulo Serra.

As iniciativas fazem parte de uma nova etapa do programa Empreender no Turismo em Paranapiacaba, que é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Santo André, a CVC Corp, o Sebrae e a FIA (Fundação Instituto de Administração), com o objetivo de qualificar os serviços oferecidos no local e tornar a vila histórica referência de destino turístico.

O roteiro turístico “Expresso Rodoviário Paranapiacaba CVC” complementa a oferta da via férrea já existente. Com saída aos sábados e domingos da Estação da Luz (na saída para a Pinacoteca) – também com parada no Hotel Go Inn, em Santo André –, o roteiro começou a ser comercializado em todas as lojas da CVC do Brasil a partir deste sábado, com primeira saída em 4 de junho.

O passeio que dura o dia todo (das 8h às 17h), inclui acompanhamento de guia de turismo em todo o trajeto e apoio de guias locais da Vila para tour cultural pelos principais pontos de Paranapiacaba. O custo é a partir de R$ 145 por pessoa.

“Nós estamos muito felizes em lançarmos esse roteiro com a Aextour, nossa parceira em turismo receptivo em São Paulo, porque a gente acredita muito nesse potencial turístico da cidade e nesse desenvolvimento que está chegando na Vila. A CVC sempre participou do desenvolvimento de destino. Isso faz parte da gente como operadora turística. Nós ficamos muito felizes de apoiar, desenvolver a cidade e também desenvolver destinos. Ficamos mais felizes ainda de fazer isso por Santo André, essa cidade que há 50 anos nos recebe e nos apoia”, frisa o diretor nacional da CVC Corp, Bruno Heleno.

De acordo com o diretor comercial da Aextour, Márcio dos Anjos, o roteiro rodoviário tem capacidade para atender até 200 pessoas por dia, aos finais de semana, com o Expresso Rodoviário, fomentando a atuação dos guias de turismo locais.

Para o secretário de Meio Ambiente,a criação desse roteiro é a coroação de todo esforço que vem sendo feito. “A CVC chegar à Vila é uma espécie de coroação, porque quando a gente chegou aqui, víamos mais casas abandonadas do que em bom estado. Agora a situação já se reverteu e a gente espera, em pouco tempo, poder recuperar todas as casas tombadas da Vila. Como já estamos fazendo com o campo de futebol, o primeiro com medidas oficiais do Brasil, cuja entrega será nos próximos meses. Também acabamos de aprovar a restauração do Cine Lyra, que é o segundo cinema do Brasil”, comemora Picareli.

“Eu acredito no poder das conexões, que será o tema do Meeting Empresarial deste ano, e esse encontro deixa muito claro o que significa nós nos conectarmos. Parte da nossa função como poder público é fazer as pessoas entenderem que ninguém é melhor do que ninguém e que juntos conseguimos produzir e entregar muito mais para a comunidade. Nesta conexão que está acontecendo, com poder público, CVC, Eureka, Sebrae, entre outras, estamos entregando um pacote fantástico de ações para o crescimento da Vila”, complementa o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

O secretário citou como exemplo parceria recente realizada com o Centro Paula Souza para a criação do programa Amigos do Patrimônio, pelo qual os estudantes de Fatesc e Etecs vão aplicar na prática o que aprendem na escola, fazendo projetos de restauros para muitos espaços da Vila.

 

Coworking

 Outro fruto da parceria da Prefeitura de Santo André com a CVC Corp é a inauguração de um espaço comunitário em formato coworking, em ambiente que já abriga os cursos de capacitação gratuitos da Escola de Ouro Andreense, onde funcionava a antiga Padaria do Mendes.

O local foi reformado em parceria com a CVC Corp e, com apoio dos parceiros Eureka e Rivera, recebeu móveis para estações de trabalho e espaços flexíveis para pequenas reuniões. A ideia é oferecer para os empreendedores da Vila, monitores e para a comunidade, um espaço qualificado para o trabalho e o recebimento de clientes.

“Os coworkings são uma tendência mundial. Neles, as pessoas acabam se relacionando e trocando experiências, desenvolvendo o senso de comunidade e aproveitando os espaços, que são flexíveis, o que é importante principalmente para os micro e pequenos empreendedores”, diz o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

CVC Corp – O apoio da CVC Corp à Vila Paranapiacaba faz parte da estratégia de sustentabilidade do grupo, chamada REprograma CVC Corp, que completa um ano de atuação nesta semana e tem como objetivo, em um de seus pilares, apoiar destinos turísticos e comunidades no desenvolvimento do turismo sustentável. O projeto nasce como piloto que pode ser replicado pela CVC em outros destinos do Brasil.

“Paranapiacaba é um patrimônio histórico-nacional que abriga acervo cultural, arquitetônico, industrial, tecnológico e ambiental. Tudo isso muito perto da Capital paulista. É um destino com potencial em turismo regional, que permite experiências de natureza e históricas, mantendo seu clima bucólico próximo à capital”, diz o diretor de Sourcing Nacional da CVC Corp, Bruno Heleno.

“Com o REprograma CVC Corp, temos o compromisso de evoluir em diversidade e sustentabilidade, começando pela sua gestão e, gradativamente, incentivar destinos e parceiros a incluírem a sustentabilidade também em seus processos. E considerando o eixo estratégico de regenerar destinos e comunidades, é muito simbólico dar início a esse objetivo por Paranapiacaba, que fica na cidade em que a CVC nasceu há 50 anos”, completa a diretora de Gente e Sustentabilidade da CVC Corp, Paula Domingues.

Empreender no Turismo em Paranapiacaba – A criação de um espaço para treinamento, capacitação e coworking está entre as metas do programa Empreender no Turismo em Paranapiacaba desde que foi criado, em 2019, com o objetivo de qualificar os serviços prestados na região e tornar a vila histórica uma referência de destino turístico, gerando mais emprego e renda para a população local.

Entre as ações realizadas pelo programa estão, além da oferta de cursos de capacitação por meio da Escola de Ouro Andreense, a promoção do empreendedorismo para o morador de Paranapiacaba, o apoio para formalização de atividades, a diversificação da oferta de opções ao turista, como o lançamento do roteiro rodoviário, consultorias e networking para os empreendedores e divulgação dos atrativos e dos empreendimentos, com um portal de turismo disponível no link https://www3.santoandre.sp.gov.br/turismosantoandre/.

 

 

 

Fotos: Fabiana Cotrim e Helber Aggio/PSA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 19 =