Empresa volta atrás e decide ficar na Cidade da Criança

A Expoacqua, empresa que administra a Cidade da Criança em São Bernardo há dez anos, vai manter a administração do local. Há uma semana, a administradora havia comunicado que romperia o contrato e sairia do parque por conta da pandemia da covid-19 que afetou o faturamento.

A empresa enviou ontem para a prefeitura da cidade oficio comunicando a decisão de permanecer no parque e ainda a manter os funcionários (150 diretos e 50 indiretos) que haviam sido demitidos na ocasião.

Segundo a Expoacqua, a manutenção do contrato atende às manifestações dos frequentadores do parque e também para garantir o emprego dos funcionários.

A Cidade da Criança, patrimônio de São Bernardo e que já foi palco de gravações de novelas, filmes e clipes, está fechada desde março por conta da pandemia.  A perspectiva é que o local possa voltar ao funcionamento quando a cidade entrar na Fase Verde do Plano São Paulo, o que ainda não tem previsão para acontecer.

A intenção do prefeito Orlando Morando é entregar o parque para a iniciativa privada. O processo estava em andamento, mas ainda não foi finalizado.

Nota da Expoacqua

“O Grupo Expoagua torna pública sua decisão de retratação perante a Prefeitura de São Bernardo sobre o pedido de encerramento das atividades como permissionária da Cidade da Criança, ocorrido na semana passada.

A reconsideração ocorreu por meio de ofício junto à Administração Municipal, nesta segunda-feira (31/08), cujo teor reforça seu compromisso em garantir o pleno funcionamento das atividades do parque – somente após as devidas autorizações previstas no Plano São Paulo, do governo do Estado.

Destaca-se também o compromisso da empresa em manter os atuais funcionários do espaço e a cumprir todos os protocolos sanitários necessários. A decisão atende a milhares de manifestações, sobretudo em redes sociais, e principalmente em zelar pelos 150 empregos diretos e outros 50 indiretos de funcionários que honraram, ao longo de tantos anos, a manutenção do espaço.

A empresa enfatiza que não teve relação com as inúmeras notícias, de cunho político, que foram veiculadas neste período sobre encerramento das atividades da Cidade das Crianças, uma vez que constatou o uso oportunista da situação para promoções individuais de imagens.

O Grupo Expoaqua, que administra o espaço há 10 anos, sente-se profundamente honrado em anunciar que a Cidade da Criança continua sendo o espaço do povo de São Bernardo. Vale lembrar que, no dia 20 de março de 2020, com a recomendação das autoridades pelo isolamento social em função da pandemia do novo coronavírus, a Cidade da Criança, tradicional espaço de entretenimento teve suas atividades suspensas. Por se tratar de um parque temático, vai continuar acompanhando o Plano São Paulo e, por enquanto, manterá interrompidas suas atividades.”

Foto: Arquivo Pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 16 =