Auxiliares de limpeza de escolas estaduais em Santo André não recebem salário da terceirizada

Em Santo André, 270 trabalhadoras de serviços gerais de limpeza locados em escolas estaduais estão sem receber seus salários ou parte deles, há quase dois meses. A falta do pagamento às trabalhadoras por parte da empresa terceirizada SM Service Terceirizados Ltda, tem acarretado diversos problemas e algumas escolas estão com a limpeza prejudicada.

Além de dificultar o funcionamento das unidades de ensino,  para a maioria das funcionárias, o salário é a única renda, e ainda não é o suficiente pagar todas as despesas da família.

O vereador do Avante, Renatinho do Conselho de Santo André, acompanha o drama dessas famílias. Essa semana ele entregou um requerimento ao governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, pedindo esclarecimentos à Secretaria de Educação  e uma solução para o caso que a cada dia que passa se agrava. “Vamos considerar que a empresa responsável pelo serviço nas escolas já recebeu os valores da secretaria de Educação, a verba foi repassada e não foi feito o pagamento aos funcionários no mês junho, ou fez valores abaixo do salário. Estamos apurando as denúncias feitas pelos funcionários acerca da negativa da Diretoria Regional de Ensino em dialogar com estas pessoas, diante dos episódios de inadimplência e total descaso por parte da empresa terceirizada”, esclarece o vereador.

Diante do quadro crítico, o vereador está empenhado em ouvir os funcionários prejudicados r  a empresa pela qual foram contratadas a SM Service System, cujo nome fantasia é Grupo Moraes. “Uma vez que a empresa terceirizada não cumpriu suas obrigações contratuais, causando sérias dificuldades as trabalhadoras e seus dependentes, nosso dever é buscar uma solução o mais rápido possível”, finaliza Renatinho do Conselho.

As trabalhadoras têm um salário médio de R$ 1.360, mas no dia 20 de junho encontraram cerca de R$ 200 nas contas. Por mensagem a empresa comunicou que passa por dificuldades e que irá resolver a situação.  Cerca de 70 escolas estaduais de Santo André estão com problemas na limpeza por conta da situação.

 

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =