Aulas em Santo André não retornam este ano nas redes pública e privada

O prefeito de Santo André, Paulo Serra, afirmou hoje em live transmitidas pelas redes sociais que as aulas presenciais na cidade não devem voltar este ano.  Segundo ele, o inquérito epidemiológico feito com testes com 7 mil alunos e professores das redes pública e privada apontaram que mais de 96% ainda não tiveram contato com o novo coronavírus.

“Ainda não há condições para a volta às aulas. As crianças estão protegidas do vírus”, disse Serra.  Além disso, pesquisa realizada entre os pais da rede municipal mostra que praticamente 80% preferem que as aulas não retornem este ano. “Entendo o lado de muitos pais e dos mantenedores, mas a volta ainda não é segura”, reforçou o prefeito.

Segundo ele, a prefeitura está estudando maneiras e protocolos para que os alunos não tenham perdas de conteúdo e possam voltar às aulas presenciais em 2021. “Vamos precisar de reforço e de ensino integral, mesmo que uma parte seja feita online”, destacou Serra. Apesar de faltar poucas semanas para o término das aulas, ele afirmou que em novembro uma nova etapa do inquérito deve sair e, caso a situação mude, a volta presencial poderá ser possível.

Chip

Em relação ao chip de celular que o prefeito anunciou em setembro que seria entrega aos alunos, ele confirmou e garantiu que a partir de sexta-feira, dia 23 de outubro, eles começarão a ser distribuídos. “Houve um atraso na assinatura do contrato para a compra, mas na sexta os 32 mil alunos e professores da rede municipal começam a receber. A entrega vai até a primeira semana de novembro”, ressaltou Serra.

Foto: Divulgação PMSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 2 =