Solução digital pode gerar experiências de consumo imersivas no setor automotivo

São Paulo – SP 26/7/2021 – Diversos negócios tiveram que se reinventar durante a pandemia, e com o varejo automotivo não foi diferente

Para Sandra Polessi, Head de Soluções de Negócios da Samsung SDS, dinamicidade do varejo automotivo implica em constante reinvenção do setor

Após um período de instabilidade gerada por conta da pandemia de Covid-19, o setor automotivo vem se recuperando no Brasil. O número de carros no país não para de crescer, conforme revelam dados da AND (Associação Nacional dos Detrans), que apontam que existem em circulação, em todo o território nacional, atualmente, cerca de 45,4 milhões de veículos – o equivalente a um automóvel para cada 4,4 habitantes.

Em São Paulo, cidade com a maior frota de veículos em circulação no país, segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), as lojas do varejo automotivo ficaram fechadas para exposição de produtos e negociações presenciais entre março e junho de 2020, de modo a atender às medidas de isolamento social impostas pelo agravamento da pandemia de Covid-19 no país.

Após o período considerado mais crítico da pandemia, porém, o setor automotivo segue se recuperando, contemplando nesta retomada toda a gama de experiência adquirida neste período atípico dos últimos meses, entre elas a necessidade da aceleração da transformação digital.

Concessionárias e montadoras precisam de transformação digital 

A recuperação lenta do setor não atrasa em nada a corrida por soluções adequadas não só à nova realidade, mas também aos novos obstáculos que não devem tardar a surgir. Em um cenário de pós-pandemia, por exemplo, no qual consumidores tendem a marcar presença em lojas e pontos comerciais, planejar formas mais dinâmicas de identificar seus perfis e, com isso, elaborar ofertas mais personalizadas, destaca-se como ponto importante a ser considerado. 

Sandra Polessi, Head de Soluções de Negócios da Samsung SDS, aponta esta “customização” das vendas, adaptadas para diferentes perfis de clientes, como uma das grandes novidades trazidas para o setor de varejo automotivo. Neste sentido, ela cita uma inovação trazida pela companhia que atua como braço de Tecnologia da Informação da Samsung.

“A Samsung SDS, por exemplo, possui o Behavior Sensing, uma solução aplicada em lojas capaz de identificar aspectos dos clientes que entram na concessionária, como o gênero, faixa etária e seu humor”, explica a executiva. 

A ferramenta consiste na instalação de câmeras na entrada da loja, que fornece uma série de dados para o dono da concessionária, auxiliando-o na abordagem dos clientes. Polessi avalia que a utilização desta combinação de software com hardware na busca pela personalização das vendas cria para o cliente “uma experiência de consumo inovadora”.

Possível tendência para um futuro pós-pandêmico, a “customização” das vendas pode, assim, indicar o caminho para a retomada para outros setores da economia. Exemplos bem-sucedidos não faltam.

Para mais informações sobre o Nexshop Behavior Sensing, basta acessar o site da Samsung SDS:

https://www.samsungsds.com/la/customer-analysis/nexshop-behavior-sensing.html

Website: https://www.samsungsds.com/la/customer-analysis/nexshop-behavior-sensing.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =